Pernas, pra quê te quero?


Estou sem tempo para comentar e responder este absurdo movimento socialóide e ridículo. Ao receber esta convocação por e-mail, respondi apenas com:


Essa miscelânia de movimentação despropositada clama por punição e retaliação, dados os seus métodos abusivos, ofensivos e rebeldes. Minorias que querem impôr seus hábitos ruins à sociedade de bem.

A minoria que aprecia a maconha (uma droga ilícita) na sua maioria FINANCIADORES DO TRÁFICO ARMADO, FINANCIADORES DA VIOLÊNCIA CONTRA A SOCIEDADE, resolveu unir-se agora aos outros revoltados igualmente condenáveis: os gays militantes (que estão tentando instituir o gayzismo no Brasil, tentando empurrar seu maldito kit-gay de propaganda homossexual nas escolas) e as feministas-abortistas-ASSASSINAS militantes.
E aproveitam também para chamar outros grupos menores, que nada têm a ver com a prerrogativa falaciosa da LIBERDADE (bandeira dessa passeata sem propósito): os ciclistas, os vegetarianos, os portadores de necessidades especiais.
Prestem atenção na bobagem que estão fazendo! E não venham trazer essa bobagem aqui pro RJ não!

Abaixo, a íntegra da convocação. Comentarei assim que puder.

Convite a movimentos sociais e organizações
Amigos e amigas,

Movimentos sociais e organizações,

Gostaríamos de fazer um convite.

Sábado passado, na repressão da Marcha pela Liberdade de Expressão,
vimos uma cena já comum entre as manifestações em São Paulo e em
outros locais do Brasil. Sabemos que a violência policial se estende
ao cotidiano, sobretudo, daqueles que vivem nas periferias
brasileiras, sabemos também que a criminalização dos movimentos
sociais e toda violência institucional diante da divergência de idéias
é apenas um retrato, um recorte, dessa realidade vivida pelo povo
pobre e marginalizados e que o terror e a violência entram na vida das
pessoas como dinâmicas de controle social. Por estes motivos
convidamos a todas e todos pra marchar pela liberdade de expressão e
contra a violência e impunidade policial neste sábado, dia 28/05, às
14h no MASP (av. Paulista).

Vimos também um estopim de um processo de resistência que tem que ser
inaugurado no Brasil. Uma resistência que já existe, localizada, em
cada grupo que sofre com a violência, com a criminalização dos
movimentos sociais e da pobreza. Chegou a hora de resistirmos juntos.
Marchar pelo mundo novo que queremos, sem abusos, sem execuções, com
liberdade, alegria e justiça, igualdade e com unidade.

Temos que canalizar nossas forças. Marchar pacificamente é se opor a
esse sistema opressor e violento.

Porque marchamos pela liberdade?
1) Porque lutamos pela liberdade de expressão, de organização, de
manifestação. Pelas liberdades individuais e pelos direitos humanos,
de forma tranversal. Porque quando se fala em liberdade não se pode
falar em migalhas.

2) Porque somos contra a violência policial em manifestações. Contra
execuções sumárias e torturas

3) Porque queremos a regulamentação do uso de armas não letais pelas
forças policiais. E a punição dos culpados em episódios de flagrante
violência.

4) Porque juntos todos temos uma voz. Pedimos para as organizações que
se sentiram contempladas pelos pontos acima que entrem com seu
manifesto, com suas bandeiras, com suas causas específicas. Que a
manifestação amplifique o volume dos coro dos descontentes. Que cada
um bote seu bloco na rua. Que celebremos nossa capacidade de união e
de mostrar ao poder o que entendemos por democracia. Nosso teto é o
céu e nosso chão é rua. Nele e nela, cabemos todas e todos.

5) Porque existem hoje cerce de 700 movimentos populares em levantes
pelo mundo. Com a mesma demanda: liberdade.

6) Porque aqui entra a sua pauta específica. Nossa quinta pauta são
todas as pautas. Mande seu manifesto dizendo por que razão você marcha
pela liberdade. Some-se com gente, bandeiras, apoio.

Mande seu manifesto dizendo por que razão você marcha pela liberdade.

Nosso primeiro ato será sábado, 28/4. 14h, embaixo do MASP, rumo à República.

Em casa somos um,

Na rua somos todos!

WWW.marchadaliberdade.org


Victor Amatucci
http://www.imprenca.com

Maiores detalhes sobre a bagunça despropositada nas URLs informadas pelo tal de Victor. No segundo site, o “imprença”, vê-se bem as “grandes causas” que eles apóiam……

O Andarilho

Anúncios

4 pensamentos sobre “Pernas, pra quê te quero?

  1. Pingback: O Legado d'O Andarilho › O “barato” sai caro

  2. Pingback: Resposta pública a Varinia Govea | O Legado d'O Andarilho

  3. Pingback: ADI – ação direta de idiotização | O Legado d'O Andarilho

  4. Pingback: Legalizar a maconha JÁ(mais) | O Legado d'O Andarilho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s